Carregando...
 

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Interdisciplinar 2011 - Bahia

Há dois anos atrás conheci o Tai Chi Chuan (TCC), muitas foram as mudanças relacionadas ao físico, mental e espiritual. Inevitavelmente o meu comportamento mudou! O sentimento de compaixão, de ajuda ao próximo, a vontade de colaborar para que as pessoas tenham mais saúde, longevidade e bem-estar. Vou confessar à vocês que fiquei surpreso e muito feliz há alguns meses atras. Pude perceber que o TCC, a informação e a amizade definitivamente não possuem fronteiras.
 
Desde que iniciei este blog, tenho feito inúmeras amizades com blogueiros de diversos estados e até países que abordam sobre os mais diversos assuntos. Eu como amante da arte do TCC sempre procurei transmitir os ensinamentos e informações que estavam ao meu alcance. Este meio de comunicação nos permite "chegar" em locais distantes que na maioria das vezes não teríamos oportunidade.
 
A Daniele Sans é uma dessas amizades que o mundo dos blogueiros me proporcionou. Certo dia recebi um convite para ajudá-la em um trabalho da faculdade. Quando fiquei sabendo do tema e da proposta aceitei sem hesitar. Não preciso nem mencionar que era relacionado ao TCC. Fiquei muito empolgado e entusiasmado, porém a distância era um empecilho, afinal apresentar um trabalho de faculdade exige compromisso e seriedade.
 
Logo pensei em utilizar os recursos tecnológicos e por sinal seria a minha estréia. Utilizamos o Skype, ambos pela primeira vez, para podermos discutir sobre o tema. Pude orientá-la e tirar suas dúvidas. Uma demonstração prática estava totalmente descartada por causa da distância, então o ensinamento oral foi a melhor saída.
 
Após a apresentação do trabalho, eu não poderia deixar de compartilhar esta experiência aqui no blog. Então, convidei-a para escrever um relato sobre esta vivência maravilhosa.
 
"Moro em Salvador na Bahia, sou Assistente Social e costumo usar a arte como forma de inclusão para as crianças e idosos do local onde trabalho. Sou praticante de capoeira. Confesso que hoje bem menos, mas é uma das artes corporais que não abro mão, ao menos para aquecer o corpo.
 
Recentemente em minha faculdade, onde estudo psicologia foi organizada uma feira onde foram apresentados vários temas referente aos idosos. Esta feira acontece uma vez por ano na faculdade, chama-se Interdisciplinar. Nela os alunos colocam a disposição dos visitantes todos os assuntos de um determinado tema exigido pelos professores e colocam em prática tudo que foi pesquisado em campo.
 
O tema da minha equipe foi: Medicina Preventiva Aliada na Busca pela Plena Saúde. Neste apresentamos várias formas de prevenção e dentre estas decidi abordar um assunto que julguei ser de suma importância nesta feira, também pelo fato de ser um grande aliado na saúde da pessoa idosa. O Tai Chi Chuan.
 
O Tai Chi Chuan entrou no Interdisciplinar de 2011, como um grande aliado, pois vejo nesta arte marcial uma fonte de saúde na qual podemos constatar resultados que trazem benefícios à saúde como um todo. Não hesitei em mostrá-lo. Além disso, havia o objetivo de divulgá-lo em salvador, apesar de haver aulas de Tai Chi Chuan na Capital, ele ainda é pouco conhecido. O resultado não poderia ser diferente, durante os dias que antecederam a feira pusemos cartazes e neles a programação, o assunto mais discutido entre os alunos era sobre o Tai Chi, alguns ouviram falar, outros queriam conhecer, em fim já sentia minha responsabilidade. Eu apesar da expectativa em mostrar algo, quase novo para os visitantes, estava tranqüila, afinal havia me preparado com um professor e amigo muito querido, o qual não em me negou, ajuda e me direcionou em todos os detalhes. Incluindo um vídeo que apresentei durante a feira que falava e mostrava idosos com plena disposição praticando o Tai Chi Chuan e contando seus benefícios.
 
Os professores ficaram admirados, outros tentavam imitar os movimentos, tudo se resumia no Tai Chi, pressão alta, problemas cardiovasculares, cânceres, osteoporose, e foram alguns dos temas também propostos à minha equipe. Ficaram impressionados com o que o Tai Chi podia fazer na mente e no corpo e saber que existia 5 estilos dentre eles, um dos mais indicados para a 3ª idade seria o Estilo Yang.
 
O vídeo estava sem áudio, infelizmente, porém quando começava a explicar, escutava a voz do meu professor falando, palavra por palavra, então tudo correu muito bem e o inter foi um sucesso.
 
Agradeço de coração ao meu querido amigo e professor de Tai Chi via microfone, Edgard Shigenaga."
 
Confiram as fotos:
 

Sinto uma satisfação muito grande por ter colaborado com o sucesso do Interdisciplinar 2011. Espero que cada vez mais os baianos se interessem pela prática da arte do TCC e possam usufruir dos seus benefícios. Deixo aqui um abraço a todos os baianos!

8 comentários:

  1. Edgard Shigenaga, Há dois anos atrás conheci o Tai Chi Chuan (TCC), muitas foram as mudanças relacionadas ao físico, mental e espiritual. Inevitavelmente o meu comportamento mudou! O sentimento de compaixão, de ajuda ao próximo, a vontade de colaborar para que as pessoas tenham mais saúde, longevidade e bem-estar. Vou confessar à vocês que fiquei surpreso e muito feliz há alguns meses atras. Pude perceber que o TCC, a informação e a amizade definitivamente não possuem fronteiras.
    A Daniele Sans é uma dessas amizades que o mundo dos blogueiros me proporcionou. Certo dia recebi um convite para ajudá-la em um trabalho da faculdade. Quando fiquei sabendo do tema e da proposta aceitei sem hesitar.
    Após a apresentação do trabalho, eu não poderia deixar de compartilhar esta experiência aqui no blog. Então, convidei-a para escrever um relato sobre esta vivência maravilhosa.

    Daniele Sans, "Moro em Salvador na Bahia, sou Assistente Social e costumo usar a arte como forma de inclusão para as crianças e idosos do local onde trabalho. Sou praticante de capoeira. Confesso que hoje bem menos, mas é uma das artes corporais que não abro mão, ao menos para aquecer o corpo.

    Recentemente em minha faculdade, onde estudo psicologia foi organizada uma feira onde foram apresentados vários temas referente aos idosos. Esta feira acontece uma vez por ano na faculdade, chama-se Interdisciplinar. Nela os alunos colocam a disposição dos visitantes todos os assuntos de um determinado tema exigido pelos professores e colocam em prática tudo que foi pesquisado em campo.

    O tema da minha equipe foi: Medicina Preventiva Aliada na Busca pela Plena Saúde. Neste apresentamos várias formas de prevenção e dentre estas decidi abordar um assunto que julguei ser de suma importância nesta feira, também pelo fato de ser um grande aliado na saúde da pessoa idosa. O Tai Chi Chuan.

    Sinto uma satisfação muito grande por ter colaborado com o sucesso do Interdisciplinar 2011. Espero que cada vez mais os baianos se interessem pela prática da arte do TCC e possam usufruir dos seus benefícios. Deixo aqui um abraço a todos os baianos!

    Agradeço de coração ao meu querido amigo e professor de Tai Chi via microfone, Edgard Shigenaga."

    Eu Help, diante do trabalho magnifico que você anjo baianinha Daniele Sans realizou com a ajuda do seu querido amigo e professor de Tai Chi via microfone, Edgard Shigenaga, só tenho a dizer PARABÉNS !!!

    Amor, saúde,paz e bem!

    Bjs na alma e core! Help ...

    ResponderExcluir
  2. Help, foi realmente uma bela parceria! Desejo que os baianos possam cada vez mais se interessar e praticar o TCC.
    BJs.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Edgard. Você mostra a cada dia que as barreiras não existem para aqueles que as querem vencer! Ver as coisas pelo lado positivo é o grande passo para a superação! Não conheço essa arte (sou meio... digamos, sedentário...) mas pelas suas palavras acredito ser algo muito especial e a sua postura de transmitir o que sabe é uma grande demonstração disso.
    Que o mundo pudesse aprender a se doar só um pouco, e tudo seria tão mais feliz...

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Danilo, é um prazer receber a sua visita. Comentários como o seu são um estímulo! Fazer uma atividade física é imprescindível, porém, melhor do que isto é praticar uma arte interna. É importante que possamos treinar e aprimorar o corpo, a mente e o espírito, ou seja, o nosso equilíbrio como um todo!
    Um gde abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi Edgar...
    Confesso que uma das coisas que mais sinto é não ter continuado a praticar Taichi...comecei com meus pais qdo era pequena..mas depois como sou mto ativa... achei meio chato..kkk.. coisa de adolescente... hoje me arrependo..e estou repensando a ideia de voltar a praticar..confesso que ler seus posts me entusiasmam e só falta ..aquele primeiro passo..hehe.. vamos ver se dessa vez consigo..
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Oi, Carol.
    Que legal, eu não sabia que você havia praticado tai chi. Mas pode ter certeza de que você tomou a decisão correta. Tudo a seu tempo! Na cultura oriental a disciplina é mais presente e algo comum, por isso existe uma "aceitação" melhor por parte das crianças e adolescentes. Não sei se você leu um post onde conto a minha história. Foi semelhante ao que você relatou. Então, naturalmente eu senti falta de algo e passei a buscar, felizmente encontrei! Mas tudo no seu tempo certo! Te dou o maior apoio! E quando isso acontecer, quero um relato seu para postar aqui no blog, hein? Rsrsrsrs...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ed, valeu a experiência, valeu as aulas, valeu a divulgação do trabalho, valeu o tempo dedicado, aprendi muito e com certeza irei praticar Tai Chi, ele também fará parte do meu dia-dia. Um beijão meu amigo e até a próxima!!!

    ResponderExcluir
  8. Dani, com certeza foi uma experiência nova e de causa nobre. Divulgar e transmitir a essência do tai chi é sempre um prazer! Que os baianos possam se beneficiar dos frutos que venham a surgir.
    Bjs.

    ResponderExcluir