Carregando...
 

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Reencontrando o equilíbrio

"Acreditem ou não; mas, só quem pratica pode perceber os benefícios do Tai Chi Chuan com relação à percepção, equilíbrio e prevenção à queda, principalmente em pessoas mais idosas.

Quero com isso relatar um fato ocorrido comigo. Em certa ocasião, venho descendo a rampa de um movimentado shopping com ambas mãos ocupadas quando me desvio, mais para a direita, afim de dar passagem a um cadeirante que vinha em direção contrária. Piso em falso em uma canaleta, provavelmente para escoamento da água pluvial, em uma fração de segundos percebo que virei o pé ao pisar; num reflexo involuntário transfiro o peso do corpo para o pé contrário, endireito a 45 graus o pé falseado e giro a 180 graus o corpo, me segurando no corrimão da rampa, reencontrando o equilíbrio.

Por incrível que pareça não caí! Tudo aconteceu muito rápido. Só posso atribuir a minha destreza momentânea aos treinos do Tai Chi Chuan."
Thereza Christina

Queridos leitores, a Thereza é minha aluna há aproximadamente um ano. Semana passada ela relatou entusiasmada sobre o ocorrido no shopping. Imediatamente pedi que escrevesse a história para que eu pudesse publicar, afinal é um caso verídico que pode servir de estímulo às pessoas. Aqueles que não conhecem o Tai Chi Chuan (TCC), pensam que é algo fácil, que não exige fisicamente do corpo entre outros equívocos. O tai chi torna-se mais "fácil" quando praticado com regularidade, porém muitos são os pontos a serem observados durante a prática. Dois pontos técnicos e básicos foram relatados pela Thereza. A troca de peso passando o mesmo de um lado para o outro e os ângulos dos pés bem definidos proporcionando uma postura estável e eficiente. 

Talvez você esteja se perguntando como este reflexo pôde manifestar-se?  Todos devem saber que o hábito nos leva a reagir de maneira espontânea. Com certeza, o período de um ano de prática trouxe bons hábitos à Thereza. Na prática do TCC treinamos a harmonia da percepção do interno (olhar para si mesmo) e do externo, a respiração calma e profunda permite a mente estar tranquila, atenta e focada. Quando praticamos coletivamente, precisamos estar em sincronia com o grupo, ou seja devemos perceber e sentir a movimentação do grupo sem olhar diretamente para as pessoas e ainda assim movimentarmos de forma sincronizada. Durante a sequência dos 108 movimentos, devemos perceber cada parte do corpo mantendo a postura correta, seguir os dez princípios ensinados pelo Mestre, mantendo a mente presente e o espírito tranquilo. Percebi que após ter iniciado a prática do TCC, todos os meus sentidos tornaram-se mais aguçados, por causa das justificativas citadas anteriormente. Certamente a Thereza apesar do pouco tempo de prática conseguiu evitar um enorme problema. Basta pesquisar sobre o alto índice de quedas na terceira idade, provocando fraturas que são difíceis de regenerar por causa da idade avançada, a insegurança emocional e todo o processo de reabilitação.

Gostaria que muitas pessoas tivessem um final feliz como o da Thereza, mas infelizmente esta não é a realidade. O TCC não promove milagres, mas com certeza pode trazer mais benefícios do que você imagina. Para aqueles que tenham interesse em conhecer o Tai Chi Chuan mas falta aquele empurrãozinho, quem sabe o relato da Thereza seja o suficiente. Pense nisso!



14 comentários:

  1. Olá querido amigo Adorei o relato da Thereza !!
    Acredito que com certeza esta prática traga inúmeros benefícios, pois me parece que dá muita consciência corporal, equilíbrio e não só físico como também interior !
    E todo tipo de incentivo a isso é bem vindo, por isso parabéns pela postagem !

    Um abração pros dois !!! e bom restinho de semana !

    ResponderExcluir
  2. Sam querida, tenho muitos amigos que também ensinam o tai chi e inúmeros são os relatos de benefícios, ou histórias relacionadas. Sempre que possível irei compartilhar dessas experiências e histórias de vida, visando ajudar ou incentivar as pessoas. Te desejo uma ótima semana!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi amigo! Muito bom! Acredito que tudo que traga benefícios ao nosso corpo é válido. Ainda não experimentei a prática do tai chi - espero um dia ter a oportunidade - mas danço ha muito tempo e sei como venho sendo beneficiada física e mentalmente por isso! Um beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Renata, é um prazer receber a sua visita! Realmente tudo que possa trazer benefícios para o corpo, mente e espírito é louvável. Com certeza um dia você terá a oportunidade e quando ela surgir aproveite. Você é sempre bem vinda por aqui!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Ed,

    o seu exemplo me fez pensar que se eu tivesse oportunidade de poder fazer Tai Chi, os meus reflexos seriam muto melhores. É impressionante a minha auto-defesa, só não é melhor, pq sei que há uma série de falhas que me tiram o equilibrio.

    Adorei e acredito no seu post.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Sissy querida, realmente temos muitas falhas e vários momentos de "desequilíbrio". Não sei se você pratica algo como yoga ou meditação. Qualquer prática onde você possa trabalhar o autoconhecimento, a respiração, um estado meditativo (que inclui a yoga e o tai chi), enfim, irá lhe trazer benefícios maravilhosos. Quando você ver alguma aula pública ou um evento de Tai Chi Chuan, experimente. Sinta a harmonia e curta aquele momento. Mas lembre-se de uma coisa, nunca é tarde para começar! Tudo a seu tempo! Rsrsrsrs...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Edgard,
    amigo parabéns pelo novo visual do Segredos ficou muito lindo!
    Beijão no seu coração e fica com Deus

    ResponderExcluir
  8. Josy, querida.
    Obrigado pela visita, caso você aceite a parceria é só falar comigo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Querido Edgard, como vai?
    Preciso encontrar disciplina...para praticar todos os dias, pelo menos um pouquinho. Fico tanto tempo sentada em frente o computador para o trabalho, depois por causa dos meus textos, depois pelos emails, e então pelo blog e dihitt, enfim,quando vejo o tempo passou e acabo praticando somente na aula.
    ai,ai,ai...um dia chego lá.
    Adorei a história de sua aluna. Com certeza o Tai Chi trabalha o equilíbrio, por uma porção de motivos.
    Beijos,
    Vera.

    ResponderExcluir
  10. Vera querida, entendo perfeitamente o que você diz! Na medida do possível buscamos o equilíbrio (físico, mental e espiritual), mas as vezes deixamos que os fatores externos nos guiem. Bem, o caminho você conhece e já citou dois fundamentos básicos: treino e disciplina. Mas não se preocupe, um dia chegamos lá. Rsrsrsrs... E me incluo nesta afirmação, pois todos necessitamos desta busca!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Acho que comigo seria impossível tal reação.
    Sou lenta e para tudo tenho de me preparar antes.
    Eu com certeza iria cair.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  12. Amiga do Reflexo do nada, muitas vezes podemos nos surpreender consigo mesmo. A Thereza é uma pessoa que está na melhor idade, até onde eu sei, nunca praticava esportes. Por isso mesmo ela ficou muito surpresa com a reação que teve. Você também poderia se surpreender consigo mesma.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Obrigada por ter me alertado sobre essa manhã tão relaxante e estimulante.
    Parabéns pela apresentação.
    Me orgulhei de ser sua aluna, devagar, quase parando, mas empenhada, rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sheilla.
      Fico feliz que você tenha ido ao evento e mais feliz ainda por ter gostado! É uma satisfação que você tenha sentido orgulho de mim. Saiba que eu também tenho orgulho de cada um dos meus alunos!
      Gostaria de deixar um provérbio para você refletir:
      “Não importa o quanto você vá devagar desde que não pare.” (Confúcio)
      Bjs.

      Excluir