Carregando...
 

domingo, 12 de setembro de 2010

A correta motivação

O que te motiva a acordar bem cedo, muitas vezes num dia frio e praticar Tai Chi Chuan (TCC) ou Chi kung. Uma rotina que para muitos é árdua. As respostas que mais ouvimos são:
- O médico mandou!
- Eu preciso.
- Porque eu me sinto tão bem!
Respostas como essas, fazem parte da sua realidade, mas não podem ser os motivos que alimentam a sua prática. Treine com gosto, por prazer e porque acredita que te faz bem. Se for uma obrigação, fará com que você não veja a hora de terminar a prática ou que você arrume qualquer desculpa para boicotar enganando a si mesmo.

Porque eu me sinto tão bem! Essa é a resposta que ilustra perfeitamente o tema deste artigo. Parece estar correta, mas não está! O apego às sensações de bem-estar alimenta espectativas de sentir sempre as mesmas sensações maravilhosas. Nesse momento o seu treino passa a ser exclusivamente uma busca de sensações agradáveis. O praticante experiente sabe que isso é ilusório. É como perder-se num bosque de flores perfumadas! Tudo é lindo e maravilhoso mas no final das contas, você está perdido do mesmo jeito! Haverão dias em que você não irá sentir nada tão maravilhoso, mas isso não quer dizer que o treino foi ruim ou que não houveram benefícios.

A postura correta trabalha a ética, a moral e a circulção do fluxo de energia. Quando vemos um artista marcial num filme, achamos lindo e maravilhoso. Desejando ser igual a ele, mas quando o professor te posiciona em uma postura estática, em cinco minutos você está “chorando” ou está xingando Deus e o mundo. Não preocupe-se é normal, e também já aconteceu comigo. Será que a sua motivação não estava equivocada? Ter alguém como exemplo é ótimo, mas você é único e as razões pessoais que determinam o seu treino são suas! Você irá expressar o seu TCC, através dos seus movimentos e do seu olhar, expressando a sua história de vida, expressando a sua identidade.

A correta motivação para a prática é observar o seu estado inicial e depois o seu estado final. Simplesmente para observar e perceber as mudanças. Treine sem esperar por algo, simplesmente porque te faz bem. Não crie expectativas pois elas causam frustração ou apego, apenas treine. Comece e não pense quando vai terminar, porque não termina nunca.

7 comentários:

  1. Excelente texto meu amigo !
    Realmente a motivação deve vir do fato de que apesar das "durezas" dos treinos, seja do que for, a sensação de bem estar, os efeitos na saúde e tudo o mais só somam alegrias à nossa vida !
    Grande abraço !

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho que praticar sim alguma arte, já sei que meu estresse certamente irá embora.
    E a sensação de 'continuar' será bem melhor!

    Prbns pelo texto!

    ResponderExcluir
  3. Realmente é uma uma linda Arte, uma ligação quase que incompreensível do homem com a natureza. Já tive o prazer de observar amigos praticando e quem sabe um dia eu possa tentar também!

    ResponderExcluir
  4. @Marcele Kuhfuss
    Marcele, obrigado pela visita e pelo comentário.
    Oportunidades não faltarão. Vivencie algumas vezes a arte, seguindo as instruções de um professor, o seu corpo mente e espírito irão sentir os benefícios. Esse seu interesse é o primeiro e importante passo!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    tem um selinho pra vc no meu blog: http://vidasemvoltas.blogspot.com/2011/02/selo-de-qualidade-que-ganhei.html
    Abs

    ResponderExcluir
  6. Tópico perfeito !.....
    Você cita: "Porque eu me sinto tão bem! Essa é a resposta que ilustra perfeitamente o tema deste artigo. Parece estar correta, mas não está!", já presenciei porém nunca parei para analisar e concordo com você é um sensação ilusória ;).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caio, é um prazer receber a sua visita. Este é um dos aprendizados que surgem através das práticas,seja no tai chi bem como no budismo.
      Abraço.

      Excluir