Carregando...
 

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Código Ético e Moral - Wu De

Wu De um código que abrange a conduta social adequada dos praticantes de Artes Marciais. Na China, este código rege a conduta da sociedade como um todo. Existem 5 pontos que são abordados no Wu De: Respeito, Humildade, Confiança, Virtude e Honra. 

Você vai ter contato com alguns aspectos revelados pelo Grande Mestre da Família Yang de Tai Chi Chuan, Yang Zhen Duo, sobre Wu De e sua importância para praticantes de Artes Marciais.
Por Professora Ângela Soci (Diretora da SBTCC).





Wu De: Respeito (Zun Jing; 尊敬), Humildade (Xu Qian; 谦逊), Confiança (Yong Xin: 信用), Virtude (Dao De; 道德) e Honra (Yu Rong; 荣誉).


 Seja obediente e respeite seu professor. 
Seja honesto e mantenha suas promessas.
 Seja virtuoso e justo.
 Tenha coragem e correção em seus atos.
 Tenha humildade e suavidade.
 Não seja truculento ou enganador.
 Não seja mau nem cultive hábitos mentais viciosos.
 Não use seu próprio poder para tirar vantagens dos outros que são mais fracos ou mais pobres.
 Não se reúna com gangues ou grupos criminosos.
 Não se separe dos colegas praticantes nem critique outras escolas de Tai Chi Chuan.
 Não seja temerário ou imprudente.
 Não fique inchado de orgulho.
 Não seja instável com uma mente que sempre muda.
 Não seja impaciente.
 Compreenda e aprecie a sua fonte de formação, nunca a esqueça ou torne-se ingrato.
Finalize o que faz com força, não apenas tenha um sólido início.


Cultura Chinesa 


O código de ética e moral é uma área muito ampla, podemos falar do código de ética e moral dentro da tradição das artes marciais. Claro que isto deveria fazer parte de todas as ocupações, por exemplo, na educação, os professores têm o dever de promover os valores sociais apropriados, conhecimento e o desenvolvimento físico de seus alunos. Nas artes marciais existe uma qualidade inata requerida do caráter, um padrão de comportamento comum.

No passado você tinha que respeitar o seu professor e o professor também a responsabilidade de cuidar dos seus alunos. Se ampliarmos a nossa visão isto quer dizer que a geração mais nova deve respeitar os mais velhos e os mais velhos tem a responsabilidade de cuidar dos mais novos. Nos tempos feudais você tinha que ser leal aquela acima de você. Isto era um elemento fundamental na sociedade tradicional e claro havia muitos aspectos disto. Beneficiar-se a si mesmo fazendo mal aos outros não é aceitável.

Por exemplo, no passado se você tinha alunos que adotava como discípulos eles não poderiam se envolver em nenhuma atividade criminal. Na tradição marcial se esperava que alguém fosse justo para beneficiar aos outros. Só porque alguém era talentoso na arte marcial isto não queria dizer que pudesse fazer o que bem entendesse. Esta pessoa deveria ser leal e verdadeiro.

Na sociedade feudal eles costumavam falar sobre os valores na família: lealdade aos pais, cuidar das crianças, e respeito por seus conjugues. Na tradição marcial quando cumprimentamos temos que cobrir o punho com uma palma aberta como gesto de humildade e respeito. Esta é a idéia principal: não agir agressivamente e tirar vantagem das habilidades de alguém para fazer coisas más. Uma pessoa deve ter caráter, ser justa e correta. Como eles costumavam dizer esta é a diferença entre um cavalheiro e um homem comum.

Respeito e tolerância são cruciais: não devemos tirar vantagem de um grupo por este ser pequeno e mais fraco. Estas são idéias gerais. Hoje em dia nossa pratica não é apenas marcial, se desenvolveu como uma disciplina com propósitos múltiplos mas as virtudes tradicionais ainda se aplicam: seja humilde, honre os mais velhos, cuide dos mais novos, não tire vantagem dos mais fracos. Mesmo que as habilidades de alguém seja muito avançada não se torne orgulhoso. Mesmo que você seja o melhor com certeza haverá alguém melhor do que você, e ainda alguém melhor do que isto. Você tem que ser humilde. Estes pontos se desenvolveram a partir de uma tradição de luta, no contexto social maior muitas vezes é difícil de evitar conflitos. Mas o Tai Chi Chuan mudou.

Os movimentos são expressos gentilmente, devagar, não como os estilos ferozes de luta. Esta pratica é vagarosa, gentil e constante. Isto pode ajudar você a ter uma existência mais coordenada e tranqüila. Pode tranqüilizar a sua natureza. Algumas pessoas têm a mente hiperativa e agitada. Nossa pratica permite que aos poucos eles relaxem seu pensamento. Esta é uma ajuda definitiva para o cultivo individual.

Entrevista concedida pelo Mestre Yang Zhenduo -  Revista da Associação Internacional da Família Yang 
Queridos alunos e caros leitores, este é um tema imprescindível que deve ser abordado dentro de uma aula. A ética, moral e boa conduta estão arraigadas na cultura chinesa e oriental. Atualmente a nossa sociedade carece de conceitos, valores, disciplina e respeito. Todo transmissor da arte, e todo aquele que ensina algum tipo de conhecimento, especialmente os marciais, deve ensinar, cobrar e acima de tudo ser um exemplo de conduta ética e moral. 






0 comentários:

Postar um comentário